Contador

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Marusca- Capitulo 3

                                         
Marusca- Capitulo 3

Cena 1, Na Delegacia

Marina: sim claro porque não, se foi você mesma quem matou Alfredo.

Marusca(nervosa e gritando): sua desgraçada,você não tem provas nenhuma, que fui eu  que matei meu próprio marido você esta louca?

Marina: a irmãzinha porque se alterar desta forma eu ti vi aquele dia você naquela fabrica abandonada, você saiu toda nervosa, parecendo que havia matado alguém.

Heitor: lava a boca para falar da minha mãe, ela nunca seria capaz de matar meu pai Marina.

Marina: pois, porem eu tenho as provas que precisam para colocar sua mãezinha na cadeia Heitor.

Cena 2,casa de Dona Nair

Horas depois, Paula chega em casa toda produzida e com um grande sorriso no rosto.

Nair: nossa filha você esta linda, estão foi por isso que você saiu daquele jeito né.

Paula:  passei em uma lojinha de roupas e adorei essas daqui e acabei já usando esta, e aproveitei e comprei para senhora umas roupas também a senhora vai adorar.

Nair: a filha não precisava você sabe que a mamãe não sai para lugar nenhum.

Paula: mãe mas a senhora tem que se cuidar e valorizar toma fica.

Nair: obrigado filha,te amo.

Paula: também te amo mamãe.

Cena 3, Na delegacia

Heitor: Marina você sempre foi uma invejosa sempre quis tudo da mamãe,e agora esta acusando a mamãe sem provas?

Marina: então pergunta ao policial sobre o celular e as mensagens da época.

Marusca: você esta dizendo da mensagem que eu mandei para meu marido a um ano atras, que a gente iria sair aquela noite?

Marina: sim e o celular que eu vi você tentando quebrar e jogar fora no lixo, aquele dia eu passei e peguei o celular e pedi para um técnico para arrumar e entreguei a policia, mas suspeita que você não tem Marusca.

Heitor:e o que você estava fazendo lá Marina na fabrica abandonada?

Marina: próximo você quer dizer, a sua própria mãe me chamou aquele dia não e Marusca?

Heitor: não acredito.

Marusca(chorando): você tem que acreditar em mim eu sou inocente.

Heitor sai as presas da delegacia e fica muito triste, com sua mãe.

Marusca(chorando): Heitor...

O advogado de Marusca chega.

O Advogado: enquanto o juiz não decidir se ela e inocente ou culpada ela não poderá ficar aqui.

Marusca consegue sair da Delegacia e volta para casa.

Cena 4

Um dia depois.

Anoitece e Marusca vê seu filho Heitor chegando.

Marusca: onde você estava filho?

Heitor não a responde.

Marusca: por favor filho acredite na mamãe, eu seria incapaz de fazer isso com seu pai, a minha irma Marina e uma invejosa.

Heitor: mãe o que a senhora estava fazendo aquele dia na fabrica?

Cena 5

Paula se arruma bem produzida para ir na casa de Heitor.

Nair: nossa filha ta mas linda do que ontem , esta espetacular posso saber onde você vai?

Paula: tenho um encontro mamãe com um rapaz.

Nair: nossa filha que bom fico feliz; quer que eu te leve com meu carro ate la?

Paula: não mamãe eu vou de táxi mesmo pode deixar.

Nair: estão vai com deus filha te espero hoje mas a noite.

Paula: ta bom mãe beijos.

Cena 6


Marusca: senta aqui filho vou te contar dês do começo mas essa conversa não pode sair daqui ok?

De repente batem na porta.


Marusca: uê você esta esperando alguém meu filho?

Heitor: Nossa e mesmo eu esqueci e sua surpresa.

Marusca: surpresa?

Heitor abre a porta.

Marusca(assustada): o que você esta fazendo aqui na minha casa?

2 comentários:

  1. Oie,
    não peguei o começo da história, mas curti bastante.
    Vou ver os posts anteriores

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Sorteio Um ano Inesquecível

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola vanessa que bom que curtiu a historia,obrigado beijos.

      Excluir